terça-feira, 17 de abril de 2012

E-commerce brasileiro aquece a economia

O cenário de crise mundial foi, para o Brasil, uma trajetória de sucesso. Nos últimos 15 anos e, especialmente com a recessão mundial de 2008, o país provou o seu forte crescimento, recuperação e confiabilidade de investimentos.

A aceleração proveniente de investimentos mais concretos em setores como agricultura, mineração e indústria seria o principal fator que estaria estabilizando a economia. Mais recentemente, o que tem aquecido e impulsionado a economia é o comércio eletrônico.

O Centro de Estudos em Private Equity e Venture Capital da FGV-EAESP demonstrou que um número crescente de empresários internacionais está optando por lançar startups no Brasil e estão financiando esses projetos por meio de participações privadas (private equity). De acordo com a consultoria, o comércio eletrônico no Brasil deve crescer 25% em 2012 e mais 23% em 2013.

A economia estável e as relações diplomáticas positivas com os outros países fizeram com que o Brasil se tornasse um grande atrativo para os outros países.

Um comentário:

  1. Fiz meu curso de Marketing digital na hora certa!

    ResponderExcluir